Written by 08:40 Cursos, Workshops e +, Pautas sociais, Saúde e medicina Views: 3

Santa Casa de Tanabi adere à campanha Junho Vermelho

A ação teve o intuito de conscientizar os funcionários, colaboradores e a população sobre a importância da doação de sangue por meio de palestras e doação.

Funcionários da Santa Casa São Vicente de Paulo de Tanabi ao término da palestra sobre a doação de sangue.

O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver.

A doação de sangue é um ato altruísta e totalmente voluntário, que pode salvar vidas.

Dependem desse ato solitário pessoas que se submetem a tratamentos planejados e intervenções médicas urgentes de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes e procedimentos oncológicos.

Durante o mês de junho, temos a campanha Junho Vermelho que reforça e conscientiza a importância de os brasileiros adotarem a cultura solidária da doação regular e espontânea de sangue.

Por isso, a Santa Casa São Vicente de Paulo de Tanabi promoveu uma série de palestras com os seus funcionários e colaboradores, falando sobre os mitos e verdades, tirando as dúvidas e mostrando os critérios para quem pode doar sangue.

“O objetivo da palestra foi a conscientização aos colaboradores da Santa Casa de Tanabi para que eles possam se sensibilizarem para estarem indo fazer a doação referente do Junho Vermelho, dia 14, que comemora o Dia do Doador de Sangue”, comentou Claudete Menin, enfermeira que ministrou a palestra aos funcionários.

E no dia 26 de junho, alguns funcionários e colaboradores da Santa Casa de Tanabi se dirigiram ao Hemocentro de São José do Rio Preto para efetuarem a doação.

Funcionários da Santa Casa que foram até o Hemocentro de São José do Rio Preto para efetuarem a doação de sangue. Crédito: Divulgação

“Em virtude do Junho Vermelho, dando continuidade à palestra ministrada pela nossa enfermeira Claudete. Realizamos a ida ao Hemocentro junto a alguns colaboradores para a doação de sangue. Isso serve como incentivo, tanto na instituição quanto para a população, de que uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas”, declarou Milene Solime, coordenadora hospitalar da Santa Casa São Vicente de Paulo de Tanabi.

Quem pode doar:

• Homens e mulheres com idade a partir de 18 até 69 anos, 11 meses e 29 dias.

• Doadores de 16 e 17 anos são aceitos na doação se acompanhados dos pais e/ou responsável legal.

• O doador deve estar em boas condições de saúde (sem gripe, resfriado, diarreia ou alergias), sem feridas e/ou machucados pelo corpo ou na boca.

• Homens e mulheres que tenham mais de 50 kg.

• Pessoas alimentadas (o doador NÃO deve estar em jejum). Fazer refeições leves e não gordurosas nas últimas 4 horas que antecedem a doação.

• Que não tenham ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas que antecedem a doação.

• Que não tenha fumado nas duas horas que antecedem a doação.

• Que tenha feito exame de endoscopia há mais de seis meses.

(Visited 3 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo