Written by 08:35 Lifestyle, Notícias, Saúde e medicina, Tecnologia Views: 7

Psicóloga cria rede social voltada ao autocuidado emocional

Sheila Drumond lançou recentemente a plataforma Bem Ser, uma rede social focada a oferecer meditações diárias e cursos terapêuticos.

Print da rede social Bem Ser criada por Sheila Drumond.

À medida que a busca por equilíbrio emocional é cada vez mais valorizada na sociedade, um novo cenário tem chamado a atenção no turbilhão da era digital: as pessoas não têm mais medo de se expressar para buscar informações sobre saúde mental e bem-estar.

Seja por ferramentas ou comunidades online, a internet deu origem a um movimento constante em direção ao autocuidado digital.

Para se ter uma ideia, apenas o mercado global de aplicativos de saúde mental deve crescer 17,53% por ano, até chegar a US$ 19.46 bilhões em 2030.

Essa é uma previsão da Exactitude Consultancy, elaborada no último ano.

No Brasil, a psicóloga Sheila Drumond, em parceria com a startup Cativa, está à frente dessa tendência com o lançamento do Bem Ser, aplicativo totalmente voltado para o autocuidado emocional.

Ativa há apenas dois meses, a plataforma é parecida com uma rede social, mas tem um diferencial: o conteúdo é unicamente focado em saúde mental, bem-estar e equilíbrio entre o corpo e a mente.

“Hoje em dia, até mesmo o consumo de conteúdo online, bem como as comunidades formadas nas redes sociais, podem impactar negativamente na saúde mental de milhares de usuários. Mesmo assim, a internet não pode ser mais deixada de lado, por ser uma peça fundamental para a nossa rotina, trabalho e lazer. Por isso, é preciso existir a possibilidade de fazer parte de uma comunidade online voltada para o equilíbrio emocional”, explica Drumond.

Sheila é mestre em mindfulness, meditação científica que ensina a atrair pacientes para o momento presente.

Foi desse conceito que ela teve a iniciativa de criar uma plataforma, que deixa a ostentação e as histórias de vida invejáveis a cargo de outras redes sociais para, dessa vez, entregar um espaço “off” de terapia e concentração, mesmo no ambiente “on”.

Também disponível por aplicativo, o Bem Ser proporciona reflexões diárias e jornadas de meditação terapêuticas, além de diversos cursos de autoterapia contra transtornos. 

A aula Como tratar a ansiedade catastrófica, por exemplo, orienta desviar, de forma saudável, pensamentos e imaginações sobre os piores cenários possíveis para quem sofre estresse ou ansiedade.

Bem Ser conta com mais de 200 usuários ativos e oferece recursos em sua versão gratuita e no plano pago, por R$ 35 (anual) ou R$ 42,90 (mensal).

Além disso, seus conteúdos são renovados todos os meses, proporcionando uma experiência contínua de aprendizado e autocuidado.

“O aplicativo proporciona gotas de sabedoria para o dia a dia dos usuários. É um alimento para a alma e a motivação diária para construir uma vida mais consciente e significativa, como recomenda a técnica de mindfulness. O autoconhecimento é uma das principais mantenedoras da saúde mental. Então, buscamos oferecer esse ambiente seguro e acolhedor para as pessoas aprenderem a compreender suas emoções e desenvolver habilidades de autorregulação”, destaca Sheila.

(Visited 7 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo