Written by 08:05 Cultura, Exposição e Mostra, Notícias, TV, Filmes e Séries, Vídeos na internet Views: 20

Festival Satyricine Bijou 2024 exibe Fã Número 1

Exibição do filme da Fraga Films faz parte da programação oficial de mostra competitiva do Festival no Cine Satyros Bijou em São Paulo.

Imagem-montagem com cartaz de divulgação do filme.

Com recorde de inscrições e representantes de diversos estados, o Festival Satyricine Bijou anunciou os longas e curtas-metragens selecionados para a Mostra Competitiva da edição 2024 do evento, que acontecerá entre os dias 11 e 21 do mês de julho, no Cine Satyros Bijou — Sala Patricia Pillar em São Paulo.

Os 22 filmes selecionados para a mostra competitiva (10 longas e 12 curtas) serão exibidos sempre em sessões com um ou dois curtas e um longa em competição.

O júri deste ano será composto por Aimar Labaki, Jeferson De, Julia Bobrow, Luh Maza e Tuna Dwek.

Os ingressos gratuitos serão distribuídos na bilheteria do cinema, 1h antes de cada sessão.

Entre os curtas selecionados está o filme Fã Número 1, produzido pela Fraga Films, Primeiro Olho Filmes e pela Decimoitavo Produções.

Curta já passou por vários países como EUA, Espanha e outros, além de vencer 22 prêmios, sendo cinco deles premiações internacionais. Crédito: Divulgação

O filme de 20 minutos (veja o trailer abaixo) conta a história de João (Rogério Brito) e Lucas (Ricardo Gelli), dois cunhados que se reencontram após três anos do assassinato daquela que era o elo entre eles, em um ambiente regado a vingança, justiça, perdão e Shakespeare.

Mais do festival

Crédito: Reprodução da internet

O Festival SatyriCine iniciou-se em 2008, como parte do evento multicultural Satyrianas, organizado pelo coletivo Os Satyros desde 2000.

As exibições, sempre gratuitas, aconteciam em diversos espaços culturais de São Paulo, como a Praça Roosevelt e o Cine Bijou.

Aliás, o Cine Bijou, inaugurado em 1962, fechado em 1996 e reaberto em 2019 como Cine Satyros Bijou — Sala Patricia Pillar se tornou o lar do festival, que desde então continua a promover o cinema alternativo e experimental.

Em 2020, durante a pandemia, o festival se adaptou ao formato digital, recebendo 98 filmes de diversas partes do mundo.

No ano seguinte, ainda no formato online, o festival exibiu 83 filmes, com um júri diversificado e debates sobre a indústria cinematográfica.

Com a reabertura do Cine Satyros Bijou em 2022, o festival retornou ao formato presencial, apresentando 25 longas e 16 curtas-metragens e homenageando Ney Matogrosso.

Em 2023, a terceira edição da Mostra Competitiva exibiu 15 curtas e 10 longas, homenageando Zezé Motta e Silvio Tendler.

Neste ano, o evento homenageia a atriz Gilda Nomacce com o Troféu Helena Ignez e a exibição de alguns dos principais trabalhos da atriz, como o longa Ausência (2014), com direção de Chico Teixeira, e o curta O Duplo (2012), dirigido por Juliana Rojas.

(Visited 20 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo