Written by 07:16 Cultura, Entrevista, Música, Sustentabilidade Views: 7

Entrevista: Evandro Angeluci une sustentabilidade e arte

Descubra como Evandro Angeluci está harmonizando música e sustentabilidade com seu projeto Reciclar com Música através da Lei Paulo Gustavo n.º 195/2022.

Foto do entrevistado e profesor musical Evandro Angeluci.

Evandro Angeluci é músico, produtor musical, educador musical e proponente do projeto Reciclar com Música, aprovado pelo Edital de Incentivo às Artes – Lei Paulo Gustavo n.º 195/2022.

Através deste projeto, Evandro visa promover a educação ambiental e musical de forma integrada, buscando um impacto positivo nas escolas de Ouroeste e Arabá.

E nós conversamos um pouco com ele para saber mais desta ideia cultural.

Victor Hugo Cavalcante: Primeiro, é um prazer recebê-lo no Jornal Folk, e gostaria de começar com a seguinte pergunta: Como surgiu a inspiração para criar o projeto Reciclar com Música e qual é o seu objetivo principal?

Evandro Angeluci: A ideia surgiu com a inspiração de um dos 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), em especial, água potável e saneamento, onde um dos objetivos deste tópico é a busca de melhorar a qualidade da água, reduzindo a poluição e aumentando substancialmente a reciclagem.

Victor Hugo Cavalcante: Quais são os principais benefícios que você enxerga na integração da música com a conscientização ambiental, especialmente no contexto educacional e como o projeto contribui para isso?

A música em si já é integrativa, então, a conexão com os sons de objetos que podem ser reaproveitados e transformados em instrumentos musicais não convencionais e canção folclórica enriquece o repertório musical da criança e a mesma aprende a desenvolver aspectos de conscientização coletiva como o reaproveitamento de materiais que poderiam ser descartados e novas possibilidades de aprendizado musical, como a percepção ou sensibilidade de tocar um instrumento que ela mesma pode construir.

Victor Hugo Cavalcante: Quais são as expectativas em relação ao impacto a longo prazo do Reciclar com Música na comunidade escolar de Ouroeste e Arabá?

A ideia é plantar a semente, ou seja, ensinar primeiro e logo oferecer oportunidade que esta geração possa levar adiante, tanto musicalmente como cuidando do meio ambiente que vive, oferecendo ferramentas que levam informação e cultura.

Victor Hugo Cavalcante: Considerando o possível sucesso do Reciclar com Música em Ouroeste e Arabá, existem planos para expandir o projeto para outras regiões ou municípios?

Sim, o projeto Reciclar com Música é uma iniciativa do I.M.W.A. (Instituto Musical W. A.), onde a junção da educação ambiente e musical seja levada a mais municípios, e claro havendo a possibilidades de novas parcerias e conhecendo a necessidade de determinado município, o tema pode ir migrando conforme um dos 17 ODS, levando o conhecimento sobre sustentabilidade, higiene e amor ao próximo.

(Visited 7 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo