Written by 07:48 Cultura, Exposição e Mostra, Notícias Views: 6

Saphira & Ventura Gallery participa do EHAF 2024 no Egito

Referência em tecnologia e sustentabilidade nas artes, a galeria é a única a apresentar obras digitais que trazem o empoderamento das mulheres.

Banner de divulgação do Empower Her Art Forum (EHAF 2024).

Pelo segundo ano consecutivo, a Saphira & Ventura Gallery, ao lado da Sociedade Internacional de Arte Contemporânea de Nova York (NYICAS), participa do Empower Her Art Forum (EHAF 2024), no Museu Nacional da Civilização Egípcia, no Cairo, entre os dias 18 e 22 de maio, com artistas dos Estados Unidos e da América do Sul, selecionados pela curadora Alcinda Saphira, com o tema Divino Feminino, projeto que já foi apresentado também em Los Angeles, consulados, embaixadas e museus.

Sua importância está no empoderamento feminino nas artes, no apoio a causas sociais, no uso da tecnologia para conscientizar sobre sustentabilidade e diversidade.

E a Saphira & Ventura, com sede em Nova York, é uma das referências nessas áreas de atuação atualmente, internacionalmente.

No EHAF 2024, a Saphira & Ventura representa as artistas Adélia Clavien (Portugal), Bari Bing (USA), Maria T. Ason (Porto Rico), Márcia Botelho (Brasil), Flávia Jackson (Brasil) Sabrina, Helenara Andrade (Brasil), Sabrina Carrilli (Brasil), Samar Kamel (Egito), Daphne Anastassiou (Chile) e Gabriela Gusmão (Brasil), que expõem no único stand que vai apresentar obras digitais com painéis da Samsung.

São peças exclusivas, em forma de animações, produzidas pela galeria.

Também são parceiros do projeto, já que introduziram e trabalham com tecnologia, sustentabilidade e causas sociais no Egito e em Dubai.

A cerimônia de abertura, no sábado, 18 de maio, e o evento de encerramento, na quarta-feira, 22 de maio, reunirão os cantores e músicos mais emblemáticos do país, além de cantores e intérpretes internacionais, com Omar Khairat que fará apresentação exclusiva, no último dia, no deslumbrante Teatro Romano do Museu.

A primeira edição do “fórum mãe” do evento, o Fórum Mundial de Arte, foi realizada com o apoio de vários ministérios e entidades culturais importantes.

Este ano conta com o patrocínio e endosso da WE Telecom Egypt e da SANAD EGYPT para o empoderamento das mulheres e numerosos outros patrocinadores, além de uma valiosa lista de ministérios, incluindo o Ministério da Cultura, o Ministério da Solidariedade Social, o Ministério da Imigração, o Ministério do Turismo e Antiguidades, o Ministério da Juventude e Desportos, o Ministério do Ambiente e o Conselho Nacional da Mulher.

Vários outros parceiros estratégicos importantes uniram-se ao evento, incluindo a União Europeia, a ONU Mulheres, o ACNUR, o Instituto Cultural Italiano no Egito, além das embaixadas de Espanha, Chile e Irlanda.

Sobre o evento, Shereen Badr disse:

“O fórum não é apenas o primeiro a apoiar mulheres artistas, mas a integrar o público e os artistas nos setores com deficiência e desfavorecidos. Como parte da EHAF 2024, estão previstos no Fórum 10 workshops ao longo de três dias dedicados a artistas com deficiência visual e surdos, bem como a refugiados, e facilitados por artistas de 10 países diferentes. Além disso, cada obra exposta terá ao lado uma réplica sensorial que permitirá aos visitantes com deficiência visual conhecer mais sobre a obra e vivenciá-la ao vivo”.

Em 2022, a fundadora e artista da EHAF, Shereen Badr, participou num dos maiores eventos globais do Egito até à data, a COP 27, na sua zona azul dedicada à expressão artística e a ideias e organizações inovadoras, além de compromissos artísticos globais na Itália, Alemanha e EUA.

(Visited 6 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo