Written by 07:26 Cultura, Literatura, Notícias Views: 9

Livro apresenta detetive brasileiro com ares sherlockiano

Inspetor Sopa e o Crime do Mosteiro, de Andréa Gaspar, narra a investigação de um assassinato no famoso Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro.

Capa do livro Inspetor Sopa e o Crime do Mosteiro, de Andréa Gaspar.

Inspetor Sopa já investigou o desaparecimento da filha de um bicheiro e a morte de uma portuguesa no interior do Rio de Janeiro, mas agora adentrará o imponente e histórico Mosteiro de São Bento da capital carioca para solucionar o assassinato de um monge.

Com ares de Sherlock Holmes e o carisma típico dos brasileiros, o detetive se envolve em um novo caso no livro Inspetor Sopa e o crime do mosteiro, segundo volume da série policial escrita por Andréa Gaspar.

A arma utilizada pelo assassino foi uma adaga, objeto comum na coleção de uma abadia, e a única impressão digital colhida é a do funcionário responsável pelos serviços gerais do local.

Com essas informações e apoiado pelos parceiros Trombeta e Brunão, o protagonista conversa com várias pessoas ligadas ao crime.

Entretanto, a apuração dos fatos vai se revelar mais complexa a cada página, porque, depois da primeira morte, outros mistérios começam a ocorrer em igrejas pela cidade e levantam a hipótese de que exista um serial killer de padres.

Na intenção de construir uma obra repleta de suspense, depoimentos imprecisos de suspeitos e pistas que suscitam curiosidade, a autora fez um curso de detetive particular para inserir os leitores no universo do crime.

Ela também utilizou sua formação acadêmica para elaborar a narrativa de maneira precisa: formou-se em Direito pela Universidade de São Paulo e trabalhou em dois escritórios de advocacia criminal.

Além desses elementos que estreitam os limites entre ficção e realidade, Andrea Gaspar apresenta o personagem principal como um “flâneur”, que vaga sem rumo pelas ruas em busca de lazer.

É a partir das andanças de Sopa que o público atravessa botecos e conhece a cultura, a história e a gastronomia da região.

A obra não traz apenas um enredo investigativo, mas também curiosidades que demonstram as complexidades e as belezas do Brasil.

Aborda a relação entre o angu, Tom Jobim e o surgimento do samba-jazz; a formação da primeira favela do país povoada pelos soldados que participaram da Guerra de Canudos e retornaram ao lar com a promessa de uma casa, mas nada receberam; o simbolismo da Pedra de Sal para o samba e a população negra; entre outros temas.

A saga policial Inspetor Sopa terá continuidade com o lançamento de Inspetor Sopa e o caso do desaparecimento.

Neste terceiro volume da série policial, o famoso detetive viaja até São Paulo para o casamento da irmã e se envolve em uma situação inusitada.

O acontecimento misterioso fará o colega Trombeta sair do Rio de Janeiro para ajudar a Polícia Militar na capital paulistana, ao passo que explora o Brás e o centro paulistano.

(Visited 9 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo