Written by 07:29 Cultura, Exposição e Mostra, Notícias • 2 Comments Views: 5

Korb Galeria apresenta duas exposições no Rio de Janeiro

As fotos de Fernando Bianchi trazem visões diversas da cidade de São Paulo, e as obras de Ouro Líquido falam da valiosidade da água e seus simbolismos.

Banners de divulgações das exposição realizadas pela Korb Galeria.

A Korb Galeria apresenta a exposição coletiva Ouro Líquido e a individual Invisível, de Fernando Bianchi, com curadoria de Juliana Curvellano, no Centro Cultural Correios RJ, contrapondo visões concretas e urbanas de uma cidade como São Paulo, com a essência da água em seus mais diversos simbolismos, importância vital e ambiental.

A abertura oficial das exposições está marcada para o dia 4 de abril (quinta), às 17h, quando haverá visita guiada com alguns dos artistas presentes e sua visitação ocorre até o dia 11 de maio, de terça a sábado, das 12h às 19h.

Sobre a exposição coletiva Ouro Líquido

Uma das obras expostas na ecposição coletiva Ouro Líquido – Crédito: Exposição Ouro Líquido

Ouro Líquido transcende a mera concepção da água em sua forma líquida, passeando pelas esferas cultural, simbólica, econômica, social, ambiental e espiritual.

Sob este título, conceituados artistas como Matteo Beltrami, Fabian Albertini, Carmen Einfinger, Gabriela Maciel, Sofia Seda, Miriam Loellmann, Bruna Rotunno, Matteo Messori e o duo Pirilampos do Planeta, trazem obras que capturam a essência profunda da água e lançam um olhar único sobre sua valiosidade, especialmente em regiões onde ela é escassa.

Cada obra de Ouro Líquido é uma contribuição intrínseca para a compreensão mais profunda e holística da água como um tesouro a ser preservado.

Transitando entre o realismo e a utopia, entre a figuração e a abstração, as obras revelam perspectivas únicas que convidam os espectadores a refletirem sobre seu relacionamento com a água, provocando emoções e memórias profundas.

Sobre a exposição Invisível

Uma das obras expostas na exposição InvisívelCrédito: Fernando Bianchi

O fotógrafo Fernando Bianchi apresenta, em Invisível, uma visão profunda e multifacetada da vida nas grandes cidades.

Através de suas lentes leva o espectador a uma jornada visual pelo coração de São Paulo, buscando imortalizar a cidade em sua mais autêntica essência.

As fotografias, tanto em preto e branco quanto em cores, que compõem a exposição refletem uma estética sóbria, porém evocativa, capturando a essência da paisagem urbana moderna com um profundo senso de curiosidade e reverência.

Cada cenário urbano é abordado por Bianchi com uma perspectiva fresca, assemelhando-se a um observador ávido que explora o ambiente urbano pela primeira vez.

Suas fotografias transmitem um senso palpável de familiaridade, enquanto preservam a identidade única de cada local explorado.

Com meticulosa atenção aos detalhes e um olhar aguçado para as nuances da vida urbana, as fotos de Bianchi não são apenas meros registros, e sim interpretações ricas e abertas a diversas visões, permitindo o domínio de uma perspectiva única e envolvente da essência intrínseca da cidade.

Ao explorar o visível, o espectador é convidado a compreender as camadas mais profundas da paisagem urbana através das narrativas visuais de Bianchi.

Através de sua lente, revela histórias ocultas e verdades não contadas que residem sob a agitada fachada da vida na cidade.

(Visited 5 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo