Written by 07:04 Esporte, Paradesporto e E-sport, Notícias Views: 6

Brasil vence Copa Sul-Americana de escalada em Curitiba

Anja Köhler e Rodrigo Hanada conquistaram a vitória no feminino e masculino e largaram na frente na primeira etapa da competição.

Rodrigo Hanada comemorando a vitória na 1ª etapa da Copa Sul-Americana de escalada .

Curitiba recebeu no último final de semana a primeira etapa da Copa Sul-Americana IFSC de escalada, disputada na modalidade boulder.

Um total de 56 atletas, de sete países do continente, estiveram presentes no Parque Olímpico do Cajuru, neste que foi o primeiro evento oficial da Federação Internacional de Escalada Esportiva (IFSC) no Brasil.

A competição é a primeira de dois eventos, com a segunda etapa acontecendo na cidade argentina de Mar del Plata, de 15 a 17 de dezembro.

O circuito da Copa Sul-Americana é uma iniciativa da IFSC para o desenvolvimento da modalidade na região, e surge como continuidade de uma série de ações da entidade na América do Sul, com cursos da IFSC Academy de montadores de competição (routesetters) e técnicos e o curso de árbitros internacionais.

Em disputas de alto nível técnico e finais emocionantes, o Brasil largou na frente, conquistando cinco medalhas, sendo dois de ouro, no feminino e no masculino.

Anja Köhler fica com a vitória no feminino

Anja Köhler competindo em Curitiba (Aline Machado/ABEE)

Na categoria feminina, 28 atletas de seis países estiveram na disputa, com a argentina Valentina Aguado, melhor atleta sul-americana no ranking mundial, despontando como a grande favorita para a vitória.

Após as fases qualificatória e semifinal, foram definidas as seis atletas finalistas: Valentina Aguado (ARG), Mariana Hanggi (BRA), Anja Köhler (BRA), Laura Timo (BRA), Zoe Molina (ARG)e Camila Flores (BRA).

As finais aconteceram na tarde do dia 02, sábado, e foram emocionantes até o final. 

Valentina Aguado começou muito bem, fazendo Top no primeiro boulder, logo na primeira tentativa.

Anja Köhler foi a única outra atleta a conseguir o Top neste boulder, na segunda tentativa.

No segundo problema, Valentina isolou-se na liderança, sendo a única a conseguir o Top.

Parecia que o favoritismo da atleta argentina começava a se concretizar.

Mas no terceiro boulder foi a vez de Anja Köhler ser a única a fazer Top, na primeira tentativa, ficando atrás de Valentina apenas por uma tentativa para zona.

O quarto e último boulder seria decisivo e quem fosse melhor, estaria com o título garantido.

Anja foi a antepenúltima a escalar, e conseguiu o Top na terceira tentativa, assumindo provisoriamente o primeiro lugar.

Agora a pressão recaia sobre a argentina, que necessitava do Top até a terceira tentativa para ficar com a vitória.

O top não veio para Valentina e a vitória ficou com Anja Köhler, que conquistou sua primeira medalha em um evento internacional pelo Brasil.

Completando o pódio estava a também brasileiro Laura Timo, com quatro zonas conquistadas.

Pódio brasileiro no masculino

Brasileiros no pódio da etapa da Copa Sul-Americana de escalada (Aline Machado/ABEE)

No masculino, as disputas das finais foram no dia 03 (domingo), e também não deixaram a desejar em emoção.

Os seis finalistas foram definidos em uma semifinal dura e bastante disputada.

Rodrigo Hanada (BRA) avançou em primeiro, com o peruano Diego Lequerica em segundo.

Felipe Ho (BRA), Samuel Carlos (BRA), Gabriel Lancheros (COL) e Maximo Lorger (ARG), completaram a final.

No fim da tarde, com um grande público acompanhando, os atletas entregaram um belo espetáculo.

Logo no primeiro boulder os três brasileiros foram os únicos a conseguir o Top, largando na frente dos demais atletas, com Felipe Ho liderando com o Top na primeira tentativa.

No segundo problema, Diego Lequerica lesionou um dos dedos da mão e acabou por desistir da final antes do término da fase, com ainda um boulder para escalar.

Com a saída do forte peruano, o pódio brasileiro estava praticamente garantido.

No último boulder, qualquer um dos três poderia conquistar o posto mais alto.

Samuel escalou primeiro e saiu sem o Top e sem a zona.

Felipe Ho veio em seguida e fez a zona na primeira tentativa, mas não conseguiu o Top. 

Com um top em seis tentativas contra um top na primeira tentativa de Felipe Ho, Rodrigo Hanada precisava de outro Top para ficar com o título.

E foi na terceira tentativa que o Top veio, para delírio da torcida e encerrando com chave de ouro a competição.

Felipe Ho ficou em segundo e Samuel Carlos em terceiro, fechando o pódio verde e amarelo.

Crédito da foto principal: Aline Machado/ABEE

(Visited 6 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo