Written by 07:29 Economia, Notícias Views: 16

Prati-Donaduzzi investe em logística de entregas

Demanda crescente para garantir entregas em 24h faz empresa implantar novos centros de distribuição e sistema de gerenciamento e expansão das filiais.

caminhão de entregas da Prati-Donaduzzi.

Conforme apontado por um levantamento do IQVIA, líder global em utilização de informações, tecnologia, análises avançadas e conhecimento especializado, o setor varejista farmacêutico estima crescimento de 10,5% em 2023 se comparado a 2022, quando movimentou R$ 162 bilhões no ano.

A perspectiva é que a indústria farmacêutica brasileira figure entre as cinco primeiras posições no ranking mundial do setor até 2025.

Na América Latina, o país já é o principal mercado, à frente de México, Colômbia e Argentina.

Com o casamento entre o progresso no desenvolvimento de produtos pelas indústrias e a rápida abertura de novas farmácias no país, a eficiência logística faz diferença.

Esta é uma área de forte investimento para a indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi, visando assumir a gestão completa da logística de fornecimento de seus produtos nos próximos dois anos.

Hoje, dos 35 centros de distribuição que utiliza para atender 5.570 municípios brasileiros, 19 possuem toda a cadeia sob sua administração.

“Em outubro, inauguramos um centro de distribuição em Campo Grande (MS). Nesses locais, toda a gestão estará sob nossa responsabilidade. Para o ano que vem, também está previsto investimento de R$ 4 milhões para implantação do sistema de gerenciamento e expansão das filiais”, explica o diretor-adjunto de logística da Prati-Donaduzzi, Everton Especiato.

Entregas mais rápidas

Em 2010, a Prati-Donaduzzi deu início ao seu processo de expansão.

Dois anos depois, já contava com dois centros de distribuição próprios, um localizado no Paraná e outro em Goiás.

Após pouco mais de treze anos, a empresa comanda uma frota composta por 44 caminhões, que percorrem mais de 11 mil quilômetros todos os meses, transportando mais de 350 mil volumes.

A intenção é que todas as entregas sejam feitas em até 24 horas.

“Nossa logística é muito mais complexa do que apenas a entrega no ponto de venda. O recebimento de insumos de diversos países, além do gerenciamento de embalagens, é também um aspecto essencial. Atualmente, 77% de nossas entregas são realizadas em 24 horas. Se considerarmos os municípios onde a Prati-Donaduzzi faz toda a gestão, esse índice aumenta para 80%. As questões geográficas têm um impacto significativo e representam um importante fator desafiador”, afirma Especiato.

(Visited 16 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo