Written by 07:33 Economia, Notícias, Saúde e medicina, Tecnologia Views: 19

Mercado de implantes deve chegar a R$ 72 milhões em 2027

Relatório sobre mercado de implante dental mostra evolução anual e aponta projeção de crescimento de CAGR (taxa de crescimento anual composta) em cinco anos.

Imagem de uma boca sorrindo com os dentes brancos.

Ano a ano, a busca pelo sorriso perfeito tem impulsionado o mercado global de implantes dentários em todo o mundo.

Em 2021, o termo entrou no ranking de assuntos mais buscados do Google

Segundo o relatório Dental Implants Market 2022, conduzido pela Research and Markets, o mercado foi estimado em US$ 7,87 milhões (cerca de R$ 40,40 milhões) em 2020, US$ 8,53 milhões (por volta de R$ 43,80 milhões) em 2021, e está projetado para crescer a uma CAGR (Compound Annual Growth Rate, na sigla em inglês, Taxa de Crescimento Anual Composto, em português) de 8,78% para atingir US$ 14,19 milhões (algo em torno de R$ 72,84 milhões) até 2027.

William Oliveira, diretor de novos negócios da empresa oral care, Bluem, avalia a previsão de crescimento do mercado global de implantes para os próximos anos de forma positiva.

“O brasileiro sempre foi de investir no sorriso e bombar o mercado odontológico com o viés estético em todo o mundo. Com a chegada das redes sociais, o brasileiro tem investido ainda mais nos cuidados com os dentes. E nós, do lado de cá do setor odontológico, precisamos fortalecer ainda mais esse mercado para além da estética, uma dentição bem cuidada é sinônimo de saúde e qualidade de vida”, diz ele.

Ao realizar um implante dentário, é crucial adotar uma série de cuidados para garantir o sucesso do procedimento e a saúde bucal a longo prazo.

Primeiramente, é essencial escolher um profissional qualificado e experiente.

“Avaliar adequadamente a saúde bucal do paciente e planejar o procedimento de forma precisa é crucial, assim como todo o acompanhamento após a cirurgia”, continua Oliveira, que também é Engenheiro Clínico.

Seguir as orientações do profissional é fundamental para uma boa recuperação e conforto após o procedimento.

Manter uma boa higiene bucal, além do uso adequado dos medicamentos prescritos e outros produtos que auxiliam no processo de cicatrização.

William afirma que a tecnologia aplicada nos produtos atuais facilita esse processo de recuperação e pode ser facilmente encontrada em farmácias.

“A tecnologia empregada nos produtos Bluem, por exemplo, traz o oxigênio ativo em sua fórmula e assume o papel de controlar a atividade bacteriana na boca e acelerar a plena recuperação e cicatrização nestes casos”, continua.

Normalmente, em pacientes sem nenhuma doença ou comorbidade, a cicatrização leva de 20 a 40 dias, dependendo da superfície tratada do implante.

Naqueles que possuem problemas sistêmicos, como diabetes e doenças cardiopulmonares, é aguardado de 4 a 6 meses para a correta cicatrização.

Já a osseointegração, que é o período que o organismo leva para reconhecer o implante como parte do corpo, leva um pouco mais de tempo, podendo variar entre 20 dias a 6 meses.

Alguns hábitos ou descuidos do dia a dia podem prejudicar a cicatrização e a osseointegração, levando ao aumento de dias da recuperação.

Por isso, é importante ficar atento e seguir as recomendações do profissional para uma recuperação mais tranquila.

(Visited 19 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo