Written by 07:16 Cultura, Cursos, Workshops e +, Notícias, Teatro Views: 10

Esther Góes ministra curso no MIS em SP

Com três módulos, os participantes serão desafiados a transformar alguns Caligramas do poeta modernista Guillaume Apollinaire em obra cênica.

Foto da atriz e diretora Esther Góes.

Dias 27 e 28 de março, quarta e quinta-feira, e 4 de abril, quinta-feira, das 19h às 22h, a atriz e diretora Esther Góes ministra o curso A Poesia de Apollinaire no MIS (instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo).

Esse curso integra a pesquisa sobre André Breton (1896-1966) e Guillaume Apollinaire (1880-1918) que resultará no espetáculo Os Surrealistasea Guerra, de Esther Góes e Ariel Borghi, que estreará ainda neste semestre.

A pesquisa promoveu uma reflexão sobre a atual crise mundial, ocasionada pelas graves questões sociais da atualidade, a partir da posição dos poetas surrealistas diante das duas Grandes Guerras do início do século XX.

Durante o curso, serão visitadas diferentes formas de encenação a partir da carreira da atriz Esther Góes no teatro, no cinema e na televisão, além de atividades de transposição da obra poética para a obra cênica de alguns Caligramas do poeta modernista Guillaume Apollinaire, escritos durante a Primeira Guerra.

O Caligrama é um poema-imagem, um desenho, um telegrama, uma forma de linguagem poética que traduz as grandes mudanças da época do autor.

Os participantes serão desafiados a traduzi-los em obra cênica.

Programação do curso

O curso será separado em três módulos:

Na primeira aula, os participantes terão uma conversa com a atriz Esther Góes sobre sua carreira e as diferentes formas de encenação de seus trabalhos.

Já na segunda aula, eles farão a leitura, imersão e ensaio de criação cênica de alguns poemas Caligramas do poeta Guillaume Apollinaire.

E na terceira e última aula, haverá a execução e discussão pelos participantes dos Caligramas encenados.

(Visited 10 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo