Written by 07:08 Lifestyle, Notícias Views: 4

Como prevenir acidentes domésticos com crianças e idosos?

Em 2022, mais de oito mil crianças e adolescentes entre zero e 14 anos morreram vítimas de acidentes domésticos, segundo Ministério da Saúde e esta preocupação também recai nos idosos, saiba como se prevenir nesta matéria com a TO Syomara Cristina.

Bebê colocando mão na tomada.

Acidentes domésticos muitas vezes podem parecer inofensivos, mas em situações graves podem levar à morte de uma pessoa.

Conforme o Ministério da Saúde, só em 2022, mais de oito mil crianças e adolescentes entre zero e 14 anos morreram vítimas desse tipo de situação.

A preocupação também se aplica para os idosos.

No Paraná, foram mais de 12 mil quedas de pessoas acima dos 60 anos atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) nos primeiros nove meses de 2023.

Por isso, compreender medidas que auxiliam na prevenção é fundamental.

Neste processo, a Terapia Ocupacional é uma excelente aliada.

“Os terapeutas ocupacionais trabalham com pessoas de todas as idades para ajudá-las a realizar suas atividades diárias com segurança e independência. São várias as funções, como avaliar e modificar o ambiente doméstico e fornecer treinamento de habilidades para evitar acidentes”, explica a TO Syomara Cristina, que atua há mais de 30 anos na área.

Para evitar acidentes domésticos com crianças, por exemplo, algumas dicas são a instalação de grades em escadas e janelas e estar atento a ambientes lisos e molhados, como o box do banheiro.

Além disso, é preciso atenção extra aos bebês para evitar quedas em lugares comuns, como cama, sofá e berço.

No caso de idosos, algumas ações essenciais passam pela não colocação de tapetes em quartos, banheiros e sala, fixar móveis que possam ser usados para apoio (como mesas de cabeceira) e instalar luminárias por sensor.

TO também é fundamental para a recuperação

Contudo, se a prevenção não funciona, os acidentes domésticos exigem também um cuidado atento com o processo de recuperação junto a um profissional.

“Um Terapeuta Ocupacional é fundamental para auxiliar na recuperação e reabilitação após um acidente. Por meio de técnicas e exercícios, o foco do trabalho se concentra em retomar a ação do paciente, garantindo mais qualidade de vida e autonomia”, frisa Syomara.

(Visited 4 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo