Written by 07:48 Lifestyle, Notícias, Saúde e medicina Views: 4

Semana do Sono 2024 discute sobre saúde global

De 11 a 17 de março, a campanha educativa da ABS irá alertar sobre a importância da qualidade do sono nas diferentes populações mundiais.

Imagem de divulgação da Semana do Sono 2024.

Disparidades sociais e ambientais no sono podem afetar negativamente uma população.

Estresse psicológico, dificuldades financeiras, fome, ameaças à segurança, o ambiente em que se dorme, como luz, temperatura, ruído e qualidade do ar, provocam essas diferenças.

Cuidar da qualidade do sono é essencial para melhorar a saúde global e deve ser um compromisso permanente no mundo todo.

A Associação Brasileira do Sono, realizará de 11 a 17 de março, em todo o país, a Semana do Sono 2024 com o tema Oportunidade de sono a todos para saúde global.

A campanha educativa brasileira, premiada internacionalmente, acontece todo ano para promover a saúde do sono.

“Nas mais variadas regiões do país uma ação conjunta, integrativa, com claro interesse para a população, onde discutiremos formas de melhorar nosso sono, destacando o tratamento de vários distúrbios do sono para que essa importante fase da vida seja plenamente respeitada e trazendo um sono mais igual para todos. Esta meta contribuiu para melhorar a saúde global”, afirma Luciano Drager, presidente da Associação Brasileira do Sono.

A Semana do Sono 2024 contará com centenas de atividades realizadas por especialistas da área.

Entre as ações de forma online estão as Gotas de Sono (vídeos com dicas de profissionais), lives e webinars com informações de qualidade e as novidades das últimas pesquisas sobre sono.

Já as atividades públicas, em dezenas de cidades, serão ampliadas para atingir um número ainda maior de brasileiros.

“Esse ano pretendemos continuar expandindo ações com o envolvimento de mais cidades. Nos últimos anos, a nossa presença virtual foi muito importante e marcante, inclusive no período da pandemia com as restrições presenciais, mas temos retomado a expansão de atividades presenciais tão relevantes nas relações pessoais”, revela Davi Sobral, coordenador da Semana do Sono.

As desigualdades da saúde do sono persistem em diversas populações no mundo.

Dormir bem auxilia na redução de doenças cardiovasculares e diabetes, fortalece o sistema imunológico, ajuda na manutenção do peso corporal saudável, consolida a memória e previne a demência, regula o humor, reduz o estresse, melhora o foco e a concentração e reduz acidentes de trabalho automobilísticos.

“Entendo como um apelo para que todos enquanto sociedade consigamos desacelerar nosso biorritmo para mais qualidade de vida e saúde. Isso inclui não só o indivíduo, mas também empresas, instituições e governos. Devemos buscar ter pessoas mais descansadas e consequentemente mais felizes, produtivas e saudáveis. Precisamos enquanto sociedade oportunizar qualidade de sono para conviver numa sociedade mais saudável”, finaliza o coordenador da Semana do Sono.

(Visited 4 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo