Written by 07:30 Lifestyle, Notícias, Tecnologia Views: 3

67% dos homens no Tinder não vão para um date

Resultado da pesquisa do MeuPatrocínio revela que muitas das interações no aplicativo são superficiais, dificultando a evolução para um encontro.

Foto ilustrativa de um homem com terno mexendo no celular.

Mulheres estão tendo dificuldades para dar um match e marcar um date pelo Tinder.

O motivo?

Os “boyzinhos” do aplicativo parecem não se comprometer em ir ao encontro com a paquera.

De acordo com um depoimento da presidente do Match Group, Mandy Ginsberg, o aplicativo não tem interesse em atrair homens mais maduros e experientes, justificando o levantamento de que 67% dos homens que são usuários do Tinder não vão para um date, já que é composto por pessoas mais imaturas e juvenis.

“Em muitos aplicativos de namoro, esse tipo de comportamento é comum; por isso, é importante escolher bem onde você busca conhecer pessoas. Se o seu interesse é conhecer um homem maduro emocionalmente, culto e educado, com certeza existem sites mais adequados para isso. Ambientes como o Tinder geralmente atraem usuários vazios, como o sistema de arrasta para lá e para cá ensina a ser. Não é de se surpreender que o índice de pessoas que iniciaram uma relação nesse aplicativo seja tão baixo”, disse o especialista em relacionamentos do MeuPatrocínio, Caio Bittencourt.

A pesquisa envolveu 2.600 usuários de aplicativos de relacionamento e mostrou que, embora ele seja popular para conhecer pessoas, 67% dos usuários masculinos não conseguem passar do bate-papo virtual para um encontro presencial.

Do total de entrevistados, 63% justificaram a atitude afirmando que perdem o interesse com muita facilidade, enquanto 39% disseram não ter boas habilidades de comunicação para uma conversa cara a cara.

Os resultados também revelaram que a média de idade no Tinder é de homens abaixo de 30 anos, o que pode explicar a falta de maturidade emocional deles para lidar com uma simples conversa pessoalmente.

Tinder não quer que pessoas mais velhas usem a plataforma

Em entrevista a Kara Swisher, do Recode, a presidente do Match Group, Mandy Ginsberg, afirmou com todas as letras que não espera que pessoas mais velhas utilizem o Tinder.

O comentário reforça o que já sabemos: o aplicativo realmente não é o melhor lugar para buscar um relacionamento, já que nem mesmo pessoas bem-sucedidas e maduras utilizam ele.

Felipe Novaes, doutor em psicologia social e professor da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), aponta então ser comum mulheres decididas enfrentarem dificuldades no aplicativo já que a busca está sendo feita em um lugar inadequado.

“Existe um efeito natural das mulheres serem mais seletivas do que os homens, uma explicação válida também para o jogo de conquista que ocorre em aplicativos de relacionamentos”, destaca.

Apesar de o Tinder ser bem popular, homens mais experientes cansaram de não dar “match” com ninguém e mulheres jovens estão cansadas dos homens imaturos da plataforma, explicando o crescimento do site MeuPatrocínio, que conecta homens maduros e bem-sucedidos, os Sugar Daddies, a mulheres jovens e determinadas a desfrutar o melhor da vida, as Sugar Babies.

O site é pioneiro em relacionamento Sugar no Brasil e conta com quase 16 milhões de usuários cadastrados.

“A plataforma é composta por homens mais vividos e que certamente não teriam esse comportamento infantil de deixar de comparecer ou não marcar um encontro. Não é à toa que as mulheres estão cada vez mais interessadas em adotar o estilo de vida Sugar. Elas estão cansadas de lidar com garotos e, por isso, procuram por parceiros que possam proporcionar exatamente o que elas merecem: uma vida repleta de experiências luxuosas”, concluiu Caio.

(Visited 3 times, 1 visits today)
Close
Pular para o conteúdo